quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Breezy, romance raro do gigante Clint Eastwood, na Sessão Maldita!

Imagem inline 1

Breezy, romance raro do gigante Clint Eastwood, na Sessão Maldita!


O filme abre apresentando a personagem feminina central, Breezy, interpretada com muita singeleza por Kay Lenz. A menina, uma representação da geração "flower power", no ombro leva seu violão, chapéu de cowboy na cabeça e calça jeans, pega uma carona em uma estrada na Califórnia. A melodia doce de Michel Legrand enfeita o momento, uma luz e o harmonioso suspiro através dos créditos iniciais. Alguns planos são suficientes, o cineasta e gigante Clint Eastwood instaurou sua heroína. Filmado em 1972, Breezy marca a carreira do audacioso e multifacetado cineasta Clint Eastwood. A imagem embrutecida dos cowboys que o também ator ajudou a forjar se aproxima da mão intimista que seu terceiro filme, realizado em sua produtora Malpaso, enverga na tela. A sensibilidade e a ternura sentidas nas últimas obras do diretor são mensuradas em Breezy. 
A obra é um massacre interior sobre o amor e o desejo sexual. Dois amantes e suas diferenças de idade. Um homem de meia-idade, interpretado magistralmente pelo soberbo Willian HoIden, buscando reagir. Uma garota liberando luz. A essência de um filme de Clint Eastwood é liberada através do não dito, dos olhares. A emoção flutuante que o quadro fílmico capta entre os personagens reflete uma das inúmeras características de seus filmes; almas escondidas na escuridão. O homem chega do trabalho e nas sombras recebe a mão doce, em seu peito, de seu recomeço; o horizonte próximo gritando ternura. O envelhecimento, o peso da idade, são meditações recorrentes em toda a filmografia do cineasta, nada mais encorajador do que seguir em frente, empunhar a irremediável passagem do tempo sentindo o sopro sereno e devastador do amor e seus caminhos.  
Aerton Martins (APJCC- 2013)

Breezy

Título original:  Breezy | Direção: Clint Eastwood | Roteiro: Jo Heims | Gênero:  Romance | Ano: 1973 |  País: Estados Unidos |  Elenco:  William Holden, Kay Lenz, Roger C. Carmel, Marj Dusay, Joan Hotchkis, Jamie Smith-Jackson, Norman Bartold, Lynn Borden, Shelley Morrison, Dennis Olivieri, Eugene Peterson, Lew Brown, Richard Bull, Johnnie Collins III, Don Diamond | Trilha sonora:  Michel Legrand | Produção: Robert Daley | Fotografia: Frank Stanley | Cor: Colorido | Duração: 102 min. |  Classificação etária: 16  anos

Imagem inline 3

Sinopse: Breezy (Kay Lenz) é uma garota feliz e amável. Após pegar carona com um homem que só quer fazer sexo com ela, Breezy escapa. Ela se esconde na propriedade de Frank Harmon (William Holden), um homem de meia-idade e divorciado. Ele acaba abrigando a garota e começa a desenvolver afeição por ela.

Sexta-feira, dia 25 de outubro
às 21h15
Entrada franca 
O Cine Líbero Luxardo dispõe de 82 lugares, com espaços para cadeirantes


Local: Cine Líbero Luxardo
Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves | Av. Gentil Bittencourt, 650, Nazaré, Belém, Pará
Informações: (91) 32024321 | cinelibero@gmail.com


Realização: Governo do Pará | Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves
Apoio: Associação Paraense de Jovens Críticos de Cinema 
Curadoria: Aerton Martins

Nenhum comentário: