quinta-feira, 5 de agosto de 2021

 

Sobre a arte das mídias imaginárias


Em 2006, Eric Kluitenberg lançou o livro "Book of Imaginary Media", que propõe uma escavação do imaginário midiático, através de uma metodologia em busca de mídias que nunca foram de fato concebidas, mas existiram 'imaginariamente' em contos, novelas e, principalmente, na literatura fantástica e do absurdo e, no final, acabaram ajudando na criação de mídias que existem hoje em dia. Neste artigo, o autor propõe uma análise de obras de arte e artistas que acabaram fazendo uso – mesmo que inconscientemente – de mídias imaginárias para desenvolver a concepção de suas expressões artísticas.Palavras-chave: Mídia imaginária. Tecnologia. Arte. Literatura fantástica.




https://www.academia.edu/39671470/On_the_Archaeology_of_Imaginary_Media



domingo, 27 de junho de 2021

Filmes 1º Semestre 2021

No decorrer destes tempos de Pandemia e de isolamento social, mantemos nossa tradição de elencar uma pequena lista com alguns dos títulos disponíveis e recomendados deste primeiro semestre de 2021. Esta lista é em memória ao saudoso escritor, cineasta e cineclubista Vicente Cecim:


Filmes 1 Semestre 2021

01 – A Última Floresta (Luis Bolognesi)
02 – Marighella (Wagner Moura)
03 – Nomadland (Cloe Zhao)
04 – Another Round (Thomas Vinterberg)
05 – O Pássaro Pintado (Vaclav Marhoul)
06 – EUA vs Billie Holiday (Lee Daniels)
07 – Meu Pai (Florian Zeller)
08 – Judas e o Messias Negro (Shaka King)
09 – Quo Vadis, Aida? (Jasmila Zbanic)
10 – Minari (Lee Isaac Cheung)
11 – Soul (Peter Docter)
12 – Rifkin’s Festival (Woody Allen)
13 – A Voz Suprema do Blues (George C. Wolfe)
14 – A Voz Humana (Pedro Almodóvar)
15 – Saída à Francesa (Azazel Jacobs)
16 – Luca (Enrico Casarosa)
17 – Os 7 de Chicago (Aaron Sorkin)
18 – O Som do Silêncio (Darius Marder)

 


Diretores: Luis Bolognesi (A Última Floresta); Wagner Moura (Marighella); Vaclav Marhoul (O Pássaro Pintado); Cloe Zhao (Nomadland)
Ator: Anthony Hopkins (Meu Pai); Daniel Kaluuya (Judas e o Messias Negro); Mads Mikkelsen (Another Round)
Atriz: Andra Day (EUA vs Billie Holiday); Viola Davis (A Voz Suprema do Blues)
Ator Coadjuvante: Chadwick Boseman (A Voz Suprema do Blues)
Atriz Coadjuvante: Yuh-Jung Youn (Minari)
Roteiro: Marighella; A Última Floresta; Judas e o Messias Negro
Fotografia: Rifkin’s Festival; O Pássaro Pintado
Direção de Arte: O Pássaro Pintado; EUA vs Billie Holiday
Montagem: Meu Pai
Maquiagem: Meu Pai; Another Round
Figurino: EUA vs Billie Holiday
Trilha Sonora: Soul; EUA vs Billie Holiday

John Fletcher

sábado, 12 de dezembro de 2020

Sugestões de Filmes 2º Semestre 2020

Em tempos de Pandemia e de isolamento social, a experiência do cinema se organizou em núcleos de Festivais online. Em Belém, com a 6º edição do Festival Pan-Amazônico de Cinema, duas listas de sugestões foram feitas separadamente, uma de ficções, outra de documentários.

Estas listas tratam de elencar alguns dos filmes disponíveis nas redes neste segundo semestre de 2020.



Sugestões Filmes 2 Semestre 2020

01 – Dias (Tsai Ming-Liang)
02 – O Paraíso deve ser aqui (Elia Suleiman)
03 – Não há mal algum (Mohammad Rasoulof)
04 – Pacarrete (Allan Deberton)
05 – Mignonnes (Maimouna Doucuré)
06 – O Verão de 85 (François Ozon)
07 – Estou pensando em acabar com tudo (Charlie Kaufman)
08 – Psicomagia, a Arte da Cura (Alejandro Jodorowsky)
09 – Curtiz (Tamás Yvan Topolánszky)
10 – Mank (David Fincher)
11 – Undine (Christian Petzold)
12 – On the Rocks (Sofia Coppola)
13 – E então nós dançamos (Levan Akin)
14 – Feito em Casa (vários)
15 – Destacamento Blood (Spike Lee); Tenet (Christopher Nolan)


Sugestões Documentários 2 Semestre 2020

01 – Transamazonia (Débora Macdowell, Bea Morbach, Renata Taylor)
02 – Amazônia Sociedade Anônima (Estevão Ciavatta)
03 – A nossa Bandeira jamais será Vermelha (Pablo Guelli)
04 – Xadalu e o Jaguaretê (Tiago Bertolini)
05 – Servidão (Renato Barbieri) 
06 – A Morte Branca do Feiticeiro Negro (Rodrigo Ribeiro)
07 – AmarElo (Emicida)
08 – Mestre Cupijó e seu Ritmo (Jorane Castro)
09 – O Dilema das Redes (Jeff Orlowski)
10 – Axé (Chico Kertész)
11 – Amoka (Maria Jose Bermudez Jurado)
12 – GDLK (France Costrel)


Diretores: Débora Macdowell, Bea Morbach, Renata Taylor (Transamazonia); Elia Suleiman (O Paraíso deve ser aqui); Tsai Ming-Liang (Dias)
Ator: Elia Suleiman (O Paraíso deve ser aqui); Kang-Sheng Lee (Dias)
Atriz: Marcélia Cartaxo (Pacarrete); Fathia Youssouf (Mignonnes)
Ator Coadjuvante: Mohammad Seddighimehr (Não há mal algum)
Atriz Coadjuvante: Toni Collette (Estou pensando em acabar com tudo)
Roteiro: Dias (Tsai Ming-Liang); O Paraíso deve ser aqui (Elia Suleiman); Não há mal algum (Mohammad Rasoulof)
Fotografia: Estou pensando em acabar com tudo; Dias
Direção de Arte: O Verão de 85; Curtiz; Mank
Montagem: Estou pensando em acabar com tudo
Maquiagem: Psicomagia, a Arte da Cura
Figurino: Pacarrete
Trilha Sonora: Pacarrete; O Verão de 85; Mank

domingo, 21 de junho de 2020

Sugestões de Filmes 1º Semestre 2020


Em tempos de Pandemia e de Quarentena, precisamos resistir, ajudar, estimular. Nossa produção cinematográfica, por exemplo, está sendo atacada. Não podemos não nos manifestar. Abaixo o fascismo! 

Esta lista de sugestões a seguir trata de elencar alguns dos filmes disponíveis nas redes neste primeiro semestre de 2020. 



Algumas Sugestões 1 Semestre 2020

01 – Os Miseráveis (Ladj Ly)
02 – Retrato de uma Jovem em Chamas (Céline Sciamma)
03 – 1917 (Sam Mendes)
04 – J’accuse (Roman Polanski)
05 – O Farol (Robert Eggers)
06 – A Verdade (Hirokazu Koreeda)
07 – Fim de Festa (Hilton Lacerda)
08 – Missão Perséfone (Karim Ainouz)
09 – História de um Casamento (Noah Baumbach)
10 – The Distance Between Us and the Sky (Vasilis Kekatos)
11 – Cuscuz Peitinho (Julio Castro e Rodrigo Sena)
12 – Cartas para Além dos Muros (André Canto)
13 – Uncut Gems (Josh e Ben Safdie)
14 – O Poço (Galder Gaztelu-Urrutia)
15 – Ema (Pablo Larrain)
16 – Jojo Rabbit (Taika Waititi)
17 – Adoráveis Mulheres (Greta Gerwig)
18 – Atlantique (Mati Diop)
19 – Ford vs Ferrari (James Mangold)





DiretoresLadj Ly (Os Miseráveis); Céline Sciamma (Retrato de uma Jovem em Chamas); Sam Mendes (1917)
Ator: Willen Dafoe (O Farol); Irandhir Santos (Fim de Festa)
Atriz: Adele Haenel (Retrato de uma Jovem em Chamas); Catherine Deneuve (A Verdade)
Ator Coadjuvante: Dean-Charles Chapman (1917)
Atriz Coadjuvante: Laura Dern (História de um Casamento); Juliette Binoche (A Verdade)
RoteiroLadj Ly (Os Miseráveis); Roman Polanski (J’accuse)
Fotografia: 1917
Direção de Arte: O Farol
Montagem: 1917
Maquiagem: 1917
Figurino: O Farol; J’accuse
Trilha Sonora: Retrato de uma Jovem em Chamas
Documentário: Cartas para Além dos Muros (André Canto)

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Melhores (?) Filmes do 2º Semestre 2019

Importante ratificar: esta lista tem se tornado um ponto de encontro entre títulos disponíveis no circuito de cinema - principalmente independente - e Netflix. De qualquer forma, são sugestões para quem pode gostar de listas.

Salve Cine Líbero Luxardo, Salve Cinema Olympia, Salve Cineclubistas!





Filmes 2 Semestre 2019

01 – Bacurau (Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles)
02 – Parasita (Bong Joon-Ho)
03 – A Vida Invisível de Eurídice Gusmão (Karim Aïnouz)
04 – Coringa (Todd Phillips)
05 – Olhos que Condenam (Ava DuVernay)
06 Varda por Agnès (Agnès Varda)
07 – Dor e Glória (Almodóvar)
08 – O Irlandês (Martin Scorsese)
09  Amor até as Cinzas (Jia Zhangke)
10 – Estou me guardando para quando o Carnaval chegar (Marcelo Gomes)
11 – Um dia de Chuva em Nova York (Woody Allen)
12 – Rolling Thunder Revue (Martin Scorsese)
13 – Graças a Deus (François Ozon)
14 – Divino Amor (Gabriel Mascaro)
15 – Rafiki (Wanuri Kahiu)
16 Fronteiras (Ali Abbasi)
17 Benzinho (Gustavo Pizzi)
18 Tinta Bruta (Filipe Matzembacher, Márcio Reolon)



Diretor: Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles (Bacurau); Bong Joon-Ho (Parasita)
Ator: Joaquin Phoenix (Coringa); Antonio Banderas (Dor e Glória)
Atriz: Fernanda Montenegro (A Vida Invisível de Eurídice Gusmão); Zhao Tao (Amor até as Cinzas); Elle Fanning (Um dia de Chuva em Nova York)
Ator Coadjuvante: Asante Blackk (Olhos que Condenam)
Atriz Coadjuvante: Karine Teles (Bacurau); Sheila Munyiva (Rafiki)
Roteiro: Bacurau (Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles); Parasita (Bong Joon-Ho)
Fotografia: Um dia de Chuva em Nova York; Coringa; O Irlandês
Direção de Arte: Dor e Glória; Coringa; O Irlandês
Edição: O Irlandês (Martin Scorsese)
Maquiagem: Fronteiras (Ali Abbasi)
Figurino: Dor e Glória (Almodóvar)
Trilha Sonora: Rafiki (Wanuri Kahiu); Coringa (Todd Phillips); Um dia de Chuva em Nova York (Woody Allen)
Efeitos Especiais: O Irlandês (Martin Scorsese)
Documentário: Varda por Agnès (Agnès Varda); Rolling Thunder Revue (Martin Scorsese)

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Melhores (?) Filmes do 1º Semestre 2019

Esta lista tem cada vez mais se tornado um ponto de encontro entre títulos disponíveis no circuito de cinema - principalmente independente - e Netflix. De qualquer forma, são sugestões para quem vai além de ser obcecado por listas. 

Os filmes do Festival Varilux de Cinema estão de fora, pois tive dificuldades de tempo. 



Filmes 1 Semestre 2018

01 – O Livro da Imagem (Jean-Luc Godard); Democracia em Vertigem (Petra Costa)
02 – Assunto de Família (Hirokazu Koreeda)
03 – Capharnaum (Nadine Labaki)
04 –  Nós (Jordan Peele)
05 – Todos já Sabem (Asghar Farhadi)
06 – Roma (Alfonso Cuarón)
07 – Culpa (Gustav Möller)
08 – No Portal da Eternidade (Julian Schnabel)
09 – Climax (Gaspar Noé)
10 – A Favorita (Yorgos Lanthimos)
11 – No Coração da Escuridão (Paul Schrader)
12 – Temporada (André Novais Oliveira)
13 – Excelentíssimos (Douglas Duarte)
14 – Lazzaro Felice (Alice Rohrwacher)
15 – El Angel (Luis Ortega)
16 – Ilha de Cachorros (Wes Anderson)
17 – A Casa que Jack Construiu (Lars von Trier)



Diretor: Jean-Luc Godard (O Livro da Imagem)
Ator: Zain Al Rafeea (Capharnaum); Ethan Hawke (No Coração da Escuridão); Jakob Cedergren (Culpa); Willen Dafoe (No Portal da Eternidade)
Atriz: Glenn Close (The Wife); Lupita Nyong'o (Nós); Olivia Colman (A Favorita)
Ator Coadjuvante: Kairi Jo (Assunto de Família)
Atriz Coadjuvante: Kirin Kiki (Assunto de Família)
Roteiro: Capharnaum; O Livro da Imagem
Fotografia: No Portal da Eternidade; Roma
Direção de Arte: No Portal da Eternidade
Montagem: O Livro da Imagem
Maquiagem: No Coração da Escuridão
Figurino: A Favorita
Trilha Sonora: Climax (Gaspar Noé)
Animação: Ilha de Cachorros
Documentário: Democracia em Vertigem

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Melhores (?) Filmes do 2º Semestre 2018

Para quem é de listas, quase obcecado por elas. Um mundo com listas pode ser um mundo legal?





01 – O Processo (Maria Augusta Ramos)
02 – Baronesa (Juliana Antunes)
03 – Uma Noite de 12 Anos (Alvaro Brechner)
04 – Guerra Fria (Pawel Pawlikowski)
05 – Em Chamas (Chang-Dong Lee)
06 – BlacKkKlansman (Spike Lee)
07 – No Intenso Agora (João Moreira Salles)
08 – A Ciambra (Jonas Carpinano)
09 – Dogman (Matteo Garrone)
10 – O Insulto (Ziad Doueiri)
11 –  Zama (Lucrecia Martel)
12 – Joaquim (Marcelo Gomes)
13 – Tungstênio (Heitor Dhalia)
14 – Custódia (Xavier Legrand)
15 – A Trama (Laurent Cantet)
16 – Você Nunca Esteve Realmente Aqui (Lynne Ramsay)
17 – A Noite devorou o Mundo (Dominique Rocher)
18 – Bohemian Rhapsody (Bryan Singer)


Diretora: Maria Augusta Ramos; Juliana Antunes
Ator: Marcello Fonte (Dogman); Adel Karam (O Insulto); Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
Atriz: Andreia Pereira de Sousa (Baronesa) 
Ator Coadjuvante: Matheus Nachtergaele (Zama); Denis Menochet (Custódia); Edoardo Pesce (Dogman)
Atriz Coadjuvante: Mirella Pascual (Uma Noite de 12 Anos)
Roteiro: O Insulto (Ziad Doueiri); Em Chamas (Chang-Dong Lee); Uma Noite de 12 Anos (Alvaro Brechner)
Fotografia: Zama; Guerra Fria 
Direção de Arte: Zama; Guerra Fria
Montagem: Tungstênio; Uma Noite de 12 Anos
Maquiagem: Zama; Uma Noite de 12 Anos
Figurino: BlacKkKlansman
Trilha Sonora: Bohemian Rhapsody
Documentário: O Processo




segunda-feira, 2 de julho de 2018

Melhores (?) Filmes do 1º Semestre 2018

Para quem é de listas, aqui vai uma com o que tem rolado de mais interessante, para alguns de nós, pelo circuito Belenense>>



01 – Visages Villages (Agnès Varda)
02 – Gabriel e a Montanha (Fellipe Barbosa)
03 – Projeto Flórida (Sean Baker)
04 – Lucky (John Carrol Lynch)
05 – Uma Mulher Fantástica (Sebastian Lelio)
06 – Com Amor, Van Gogh (Dorota Kobiela; Hugh Welchman)
07 – A Forma da Água (Guillermo Del Toro)
08 – Em Pedaços (Fatih Akin)
09 – Arábia (João Dumans e Affonso Uchoa)
10 – The Square (Ruben Ostlund)
11 – 120 Batimentos por Minuto (Robin Campillo)
12 – Wonder Wheel (Woody Allen)
13 – Bom Comportamento (Josh e Benny Safdie)




Diretora: Agnès Varda (Visages Villages)
Ator: João Pedro Zappa (Gabriel e a Montanha) e Harry Dean Stanton (Lucky)
Atriz: Daniela Vega (Uma Mulher Fantástica); Diane Kruger (Em Pedaços)
Ator Coadjuvante: Terry Notary (The Square)
Atriz Coadjuvante: Allison Janney (Eu, Tônia); Brooklyn Prince (Projeto Flórida)
Roteiro: Projeto Flórida; Uma Mulher Fantástica
Fotografia: Wonder Wheel (Vittorio Storaro); A Forma da Água (Dan Laustsen)
Direção de Arte: Com Amor, Van Gogh
Montagem: Lucky
Maquiagem: O Destino de uma Nação (Joe Wright)
Figurino: Uma Mulher Fantástica
Trilha Sonora: A Forma da Água
Animação: Com Amor Van Gogh
Documentário: Visages Villages

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Bate papo: Museus- Novas tecnologias e impactos no CCBEU

A mostra "Do ponto ao pixel" em exibição na Galeria de Arte do MABEU-CCBEU vai até o dia 30/05/18.
Paralelamente à mostra, no dia 19 de maio (sábado) de 10h às 12h, haverá um bate papo com convidados, que falarão sobre os impactos da tecnologia nos museus e os desafios diários.
Sabemos que a tecnologia a cada dia muda nosso modo de pensar, de agir, de nos relacionarmos, e  até de nos comportarmos. Isso mudança também aconteceu nos espaços expositivos. O modo de fazer arte mudou, assim como a interação do público com a obra de arte. 
Convidados: Celina Coelho, Danielle Fonseca, Keyla Sobral, Melissa Barbery e Michel Pinho


segunda-feira, 30 de abril de 2018


                                         https://www.youtube.com/watch?v=_pb_BPNRaos

A garota da fábrica de caixa de fósforos

Sinopse e detalhes

Não recomendado para menores de 14 anos.
 
Uma moça que trabalha em uma fábrica de fósforos leva uma vida frustrante em uma casa com a mãe e o padrasto que ou a ignoram ou abusam emocional e fisicamente dela. Ela acredita que sua vida está prestes a mudar quando encontra um homem bem sucedido e se apaixona por ele, mas o relacionamento dos dois não será nem perto do que ela esperava.



sexta-feira, 27 de abril de 2018

Exposição no MABEU: Do ponto ao Pixel

O CCBEU através do MABEU participará da 16ª Semana Nacional de Museus, iniciativa do IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus. No Brasil, um total de 1.130 museus participam desta semana, com um total de 3.261 eventos paralelamente e o  tema  deste ano é Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos.

Quinta-feira, dia 03 de maio, às 19h na Galeria do MABEU-CCBEU


sábado, 14 de abril de 2018

Síria e os tomahawk`s

Muitxs imaginam que os EUA`s são os únicos culpados. E esquecem, em relação a Síria, que a Europa dividiu o oriente apenas com a intenção de controlá-lo, fracionou e ajudou a fracionar uma região atualmente em constante guerra civil, uma bomba jorrando petróleo para quem estiver atento, geoeconomicamente falando. E agora, os tomahawk`s riscam o céu e o retorno dos "ferozes olhos de luz" em meios as trevas da noite....

Bebê tomahawk

Pois é, depois de muito tempo sem postar nada aqui, eis que retorno em meio a guerra civil da Síria e os bombardeios enviados pelo grande bebê norte americano. Em tempos de reacionários, temos de agir, de alguma forma.


O Coletivo Mineiro Popular Anarquista, Kasa Invisível e Livraria Anarquista Avelino Foscolo convidam para a 2° Feira do Livro Anarquista de Belo Horizonte. O evento acontecerá nos dias 8 e 9 de junho de 2018 no MIS Cine Santa Tereza. Contaremos com editoras e coletivos lançando suas publicações, debates oficinas e filmes. ENTRADA GRATUITA!


 
O BGM-109 Tomahawk, também conhecido como Tomahawk Land Attack Missile, é um míssil de cruzeiro, subsônico, de longo alcance. Introduzido pela General Dynamics na década de 1970, ele foi projetado como um míssil de médio a longo alcance, de baixa altitude, que poderia ser lançado de uma plataforma de superfície como navios de guerra e submarinos. Ele foi aprimorado diversas vezes, e, através de cessões e aquisições corporativas, é agora produzido pela Raytheon.[1] Alguns Tomahawks foram também fabricados pela McDonnell Douglas (atualmente Boeing Defense, Space & Security).

HQ`s


terça-feira, 20 de março de 2018

Filmes de Sabrina Fidalgo na Casa das Artes

A cineasta Sabrina Fidalgo está de passagem em Belém e a Casa das Artes aproveita a presença para fazer uma mostra de alguns de seus filmes: “Black Berlim”, de 2009, “Cinema Mudo”, de 2012, “Personal Vivator”, de 2014 e “Rainha”, de 2016. Em todos eles, a diretora produziu, dirigiu e atuou.
Junto a ela, a jornalista e crítica de cinema Lorenna Montenegro conduzirá um debate após as exibições.

Filmes de Sabrina Fidalgo
23/03, às 19h



Local: 
Casa das Artes (Cineclube Alexandrino Moreira), Praça Justo Chermont, 236, Nazaré – Belém.

Bio: Sabrina Fidalgo é uma premiada realizadora do Rio de Janeiro que escreveu, dirigiu, produziu e atuou nos curtas "Sonar 2006 - Special Report" (2006), "Das Gesetz des Staerkeren" (2007), "Black Berlim" (2009), "Cinema Mudo" (2012) e Personal Vivator (2014).Também dirigiu o documentário musical de média-metragem "Rio Encantado" (2014) e uma série de videoclipes. Em 2016 foi contemplada como diretora convidada no edital do Projeto Usina Criativa de Cinema e com isso isso realizou o curta-metragem "Rainha", que também teve patrocínio do Grupo Energisa e estreou no Festival Ver e Fazer Filmes, em Cataguases, levando 4 prêmios (melhor atriz, ator coadjuvante, figurino e som).  A estréia oficial ocorreu no último  Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro - Curta Cinema, em novembro de 2016, onde levou o prêmio de melhor filme do júri popular. Rainha ainda ganhou o prêmio de Melhor Filme de Média-Metragem no 8º Festival de Cinema CIVIFILMES de São Paulo. Seus filmes já passaram em mais de 70 festivais nacionais e internacionais em lugares como Los Angeles e Nova York (E.U.A), Tegucigalpa (Honduras), Rosario e Buenos Aires (Argentina), Tóquio (Japão), Munique e Berlim (Alemanha), Praia (Cabo Verde), Maputo e Cabo Delgado (Moçambique), entre outros. Estudou cinema na "Escola de TV e Cinema de Munique", na Alemanha, e especialização em roteiro na "Universidad de Córdoba", na Espanha. Trabalhou ainda em diferentes funções em produções brasileiras e internacionais em países como Alemanha, França e Marrocos e desde 2009 comanda a produtora de cinema independente Fidalgo Produções.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Oficina de Adobe After Effects Motion Graphics e Efeitos Visuais


Curso Básico
Ministrante: Leonardo Quadros
Período: 12,14, 20, 22, 26, 27 e 28 de Março
Horário: 19h às 22h

Inscrições até 07/03
15 Vagas
R$ 30,00

Necessário trazer computador com After Effects instalado

Link para inscrição: https://goo.gl/Ex9fLk

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

ÓPERA NA TELA EXIBE MUSICAL DE GRANDE LEGADO
OS CONTOS DE HOFFMANN | 
Filme de ópera dirigido por Robert Carsen terá exibição única no Ópera na Tela 

Dirigido por Robert Carsen, o longa “Os Contos de Hoffmann”, obra de gênero ópera/musical, será exibido pelo projeto Ópera na Tela no dia 20, às 18h30, no Cine Líbero Luxardo da Fundação Cultural do Pará (FCP), em parceria com a Bonfilm. Dirigido por Robert Carsen, o musical é dividido em três atos e epílogo e aborda uma sátira política, adaptado da obra de Jacques Offenbach e baseado em três contos de E.T.A Hoffmann.
O musical, que possui um grande legado e foi indicado ao Oscar em sua versão de 1951, conta as decepções amorosas do poeta alemão Hoffmann (Ramón Vargas), narrador e herói. Três épocas, três paixões, três mulheres: Olympia (Nadine Koutcher), Antonia (Ermonela Jaho) e Giulietta (Kate Aldrich). Cada uma das histórias é contrariada pela intervenção destruidora de um único personagem maléfico.
O diretor é conhecido por seus trabalhos englobando estética, inteligência, erudismo e diversão.  Oferece um espetáculo com muita precisão, enaltecendo o talento de atuação e de canto do elenco principal e secundário, e valorizando as composições de Offenbach. A produção cinematográfica, que percorre por cenários tanto dramáticos quanto cômicos, viajou por todo o Brasil nos últimos meses através do projeto Ópera na Tela.
Ópera na Tela – Mostra inédita que traz para o público brasileiro, obras cinematográficas do gênero ópera, realizadas nos verdadeiros templos da ópera. O projeto apresenta a cultura lírica e sofisticada para a população brasileira e incentiva a democratização desse gênero por meio de longas-metragens adaptados.
Dessa vez, o longa escolhido para exibição na Ópera na Tela, que é realizado apenas uma vez no mês, é “Os Contos de Hoffmann”, que na sua primeira adaptação recebeu um prêmio especial no Festival Cannes, e terá sessão única no Cine Líbero Luxardo, em parceira com a Bonfilm.

SERVIÇO
Ópera na Tela
“Os Contos de Hoffmann”, de Robert Carsen (França, 205 min., 12 anos)
Local: Cine Líbero Luxardo do Centur
Data: 20 de fevereiro de 2018
Hora: 18h30
Preço: Inteira: R$ 12,00 | Meia: R$ 6,00
____________________________________________

Esta é uma mensagem automática, por favor não responda a este e-mail

CINE LÍBERO LUXARDO

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

"ENCANTADOS" E "ME CHAME PELO SEU NOME" ESTREIAM NO CINE LÍBERO LUXARDO

Encantados –  é uma produção nacional que estreia na sessão das 16h, desta quinta-feira. O longa da diretora Tizuka Yamasaki conta a história da pajé Zeneida Lima, que é filha de um importante político do Pará. Ela possui uma alta sensibilidade, e enxerga coisas que ninguém mais vê, e assim acaba conhecendo Caruana, um ser sobrenatural da floresta, pelo qual se apaixona e pelo qual começa a entrar em conflito com sua família.
As gravações do novo longa de  Yamasaki  foram realizadas aqui mesmo no estado do Pará, no município de Soure, nas ilhas Mexiana, Cumbu e em Belém, capital do estado. O filme foi rodado entre 2008 e 2009 e a pós-produção terminou em 2014.
O longa participou de diversos festivais no Brasil e no exterior. Foi premiado na 38ª Mostra de São Paulo, na categoria Festival da Juventude, em 2014, e abriu o Brazilian Film Festival of Miami, em 2016.
“Encantados” ficará em exibição nos dias 15, 16, 18, 20 e 21 de fevereiro, sempre no horário das 16h.
Me Chame pelo seu nome – O filme indicado ao Oscar em 2018, será exibido no Cine Líbero Luxardo a partir de amanhã, na sessão das 20h. O longa “Me chame pelo seu nome”, do diretor italiano Luca Guadagnino, será exibido entre os dias 15 e 28 de feveiro a partir das 20h (confira serviço abaixo). 
O longa fez parte da 75ª edição do Globo de Ouro e teve quatro indicações ao Oscar e também estreou nos cinemas brasileiros.
O longa metragem se passa em 1983, onde narra-se a história de Ellio Perlman que inicia uma relação amorosa com o visitante Oliver, assistente de pesquisa do seu pai com quem acaba se relacionado através da sua sexualidade que está emergindo, o cenário é na bela paisagem italiana.
O filme é baseado na obra homônima do autor André Aciman, e levou indicação como Melhor Filme de Drama, Melhor Ator em Filme de Drama para Timothée Chalamet e Melhor Ator Coadjuvante para Armie Hammer. Nele, o jovem Ellio está enfrentado outro verão preguiçoso na casa de seus pais na bela e lânguida paisagem italiana. Mas tudo muda com a chegada de Oliver, um acadêmico que veio ajudar a pesquisa de seu pai.

ENCANTADOS
2017 | BRA | Tizuka Yamasaki | Drama / Fantasia | COR | 100 min. | 14 anos 
Sinopse:  Zeneida é filha de um importante político do Pará e, dentre os seus irmãos, ela se destaca por seu jeito perseverante e teimoso em suas escolhas. Por ser sensitiva, vê coisas que mais ninguém vê. Quando ela conhece Caruana, uma figura encantada que encontrar na floresta, ela se apaixona e começa a entrar em conflito com sua família. 

Dias 15, 16, 18, 20 e 21/02 | 16h __ Inteira: R$ 12,00 | Meia: R$ 6,00


ME CHAME PELO SEU NOME (CALL ME BY YOUR NAME)
2018 | BRA | Luca Guadagnino | Drama | COR | 144  min. | 14 anos  | Legendado
  ​
Sinopse:  Baseado no romance homônimo de André Anciman, o longa traz Elio (Timothée Chalamet), um jovem que está enfrentando mais um verão sem graça na casa de seus pais no interior da Itália. Ele vê a sua vida mudar com a chegada de Oliver (Armie Hammer), um acadêmico que veio ajudar a pesquisa de seu pai. 

De 15* a 18 e 21/02 | 20h
De  22 a 25 e 28 | 18h
*Projeto Plateia: Entrada franca para estudantes na sessão de estreia
 Inteira: R$ 12,00 | Meia: R$ 6,00